Muito prazer, escritora

Eu sempre digo que todo mundo tem mais de um talento. Nem sempre temos a oportunidade de desenvolver todos eles, porque a responsabilidade do dia a dia chama pra ganhar dinheiro, sobreviver… E acaba sobrando bem pouco tempo pra se dedicar ao que, muitas vezes, é quem a gente é de verdade.

2012 não anda suave… Tive perdas, grandes tristezas, decepções, um choque de realidade. Mas esse ano também vai ser marcado por uma chance maior que eu me dei na vida. Contra a opinião de muitos, a descrença de outros, e o apoio de poucos, eu parei. Cheguei no limite do estresse – e fui arrancada à força daquilo que eu tanto acreditei, mas que já parecia mais aqueles namoros mornos, quando você ainda até gosta da pessoa, só que não é mais apaixonado. Destino? Então, com a ajuda dele, o destino, eu parei. Parei pra descobrir quem é a Suzane de verdade que foi engolida pela rotina.

“O que te motiva? O que faz sentido pra você, minha cara? Se você viver mais dez anos, onde vai querer estar?”, perguntava pra mim o reflexo no espelho. E aí, depois de parar, de sofrer, de ouvir o que as pessoas tinham a dizer (de bom e de ruim), de observar as reações delas ao modo como eu coloco nas palavras o que vai no meu coração (e no de muita gente), eu consegui entender, a princípio, duas coisas.

A primeira, cujo processo já está em andamento com o mestrado, é ser professora universitária. Me critiquem. Há quem ache ser uma profissão menor num país que não tem o devido respeito por essa figura. Eu não ligo. Talvez seja até influência de família (minha mãe e minhas tias são professoras). Mas o que eu sei é que, pra mim, faz sentido. Faz sentido ajudar as pessoas a pensarem o mundo e a se prepararem pra ele (independentemente se vão ou não seguir a profissão pra qual estão estudando). Eu quero preparar gente. Com valores melhores do que se vê por aí. Com menos preconceitos. Com mais atitude. Provavelmente, às vezes, vai ser ingrato. Não tenho ilusão. Mas eu acredito, de verdade, que o lado positivo vai prevalecer (até porque também vou aprender, já que se trata de uma relação de troca de ideias, de experiências).

A segunda questão que eu entendi (e essa, por incrível que pareça, foi mais difícil de assumir) é que escrever é o que eu sei fazer de melhor até aqui. Gosto bastante de imagem, de vídeo, de fotografia. Mas lidar com isso ainda é mais farra mesmo. Até acredito que, em algum momento, essa questão visual vai ganhar espaço. Não ainda. Porque agora é a hora de usar tudo o que eu aprendi em mais de uma década (questionar, lançar um olhar diferente, contar uma história) como base pra construir quem eu sou de verdade. Me expressar por meio de uma crônica, lançar opiniões pessoais à crítica de todos é um desafio. Quando eu colocar o dedo na ferida mais profunda de cada um em parágrafos, darei também a vocês o direito de me julgarem. Mas… é o que eu sei fazer. É o que eu gosto de fazer. Essa sou eu.

E agradeço muito aos que estão lendo este texto agora. Porque foi com os comentários de vocês que, no fim, eu tomei coragem. Por isso, obrigada. Já aproveito pra dizer que o nome “Fale ao Mundo” foi escolhido não só pra eu dizer o que eu acho. Em algum momento (aviso quando), vocês vão “falar ao mundo” por aqui também. Porque tem muita gente interessante, cheia de histórias interessantes, e com muito a ensinar.

Me autointitular é que ainda é um processo. Semana passada fui ao médico. Tinha que preencher uma ficha e lá estava o campo “profissão”. Fiquei na dúvida. Porque professora ainda não sou. Mestranda não é profissão (apesar de dar um trabalhão). Então, respirei fundo, peguei a caneta e escrevi “escritora”. E tive que morder o lábio pra conter o sorriso que eu dava pra mim mesma… Muito prazer. Essa sou eu. Escritora. Pronta pra falar ao mundo.

P.S.: Meu agradecimento especial a quem me ajudou a colocar o Fale ao Mundo em prática: Renata Leal (pelo blog), Leandro Ortunes (pelo visual e criação da fanpage no Facebook), Ana Flora Toledo (pela série de fotos que ainda entrarão aqui) e Gilberto Amendola (por ceder a foto deste primeiro post).

Anúncios

16 respostas em “Muito prazer, escritora

  1. Su, ao contrario de vc, escrever nao eh o meu forte! Mas isso nao me impede de te desejar mto sucesso com o seu Blog, tenho certeza que ele vai “bombar”! E nao soh o blog como tb sua vida, sua carreira… Te desejo td de bom pq vc eh uma pessoa de um coracao enorme e que apesar dos anos sem noticias, sempre gostei e gosto mto de vc! E agora que estou mais pertinho espero ve-la mais!!! Bjos, Ana Paula

  2. Você me intriga, Suzane: desde que eu te conheci você é essa ai que você descreveu ué. Demorou pra se aceitar, menina? Eu sei bem como é isso tá? Muito sucesso no seu blog, já tá nos favoritos aqui e se prepare para “apanhar” sem nenhuma dó nem piedade – coisas que eu só faço com quem eu gosto, que fique bem claro. Bjo.

  3. Não poderia simplesmente “curtir”. Tinha que ler com atenção. E apoiar, é claro. Escritora pode ser a principal, mas você nasceu para comunicação. Texto e foto são apenas os meios. Seu olhar, o tom de voz, como escolhe as palavras… tudo comunica no seu caso. Nada é velado. E é por isso que é uma delícia fazer parte do seu mundo. Parabéns por ser quem é.

  4. Sou aluna da Unisantos e, na quarta-feira, já havia lhe agradecido pela palestra emocionante. Acabei de ler este texto e, novamente, suas palavras me tocaram.
    Tenho cada vez mais certeza do que quero para a minha vida: contar histórias.
    Peço que não deixe de contar as suas aqui, pois sua narrativa delicada inspira, incentiva. Quanto à escolha de ser professora, creio que poderá, a cada dia, cultivar em seus alunos os sentimentos que semeou nos alunos da Unisantos esta semana…
    Abraço

    • Bianca, querida, muito obrigada pelo carinho! Fico feliz de saber disso, de verdade. E me incentiva a continuar. 🙂
      Qualquer hora a gente se vê! E siga em frente no seu objetivo! Me adiciona no Face e manda por inbox um texto seu pra eu ver. Bjinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s