‘On the rocks’ ou ‘cowboy’? E o dilema de clicar em ‘enviar’

Você chega da balada/jantar/festa/bar. Seja o que for. Mais uma madrugada que você chega sozinho(a). Mas ele(a) estava lá… Você viu de perto de novo. Abraçou de novo pra cumprimentar. E só. De novo. E ficou olhando de longe. De novo.

Você chega da balada/jantar/festa/bar. Tá com sono até. Mas corre pra rede social checar as fotos dele(a) mais uma vez. Só que você bebeu um pouco além do normal. Não é porre. É aquele pilequinho que deixa a gente até mais corajoso. O poder do álcool.

Você chega da balada/jantar/festa/bar. E começa a escrever uma mensagem. Mas é A mensagem. Aquela que tem tudo aquilo que você sempre quis dizer e nunca teve atitude suficiente pra mandar. “É de você mesmo que eu gosto”. “Penso em você todos os dias desde que te conheci”. “Você é o primeiro e o último pensamento do meu dia”. “Ainda sinto sua falta”. “Vamo tentar! O máximo que vai acontecer é não dar certo e a gente volta a ser amigo e tal…”. Essa última frase é sempre meio mentirosa. Quem garante que a amizade continua se um rombo no coração for aberto? Mas isso não importa agora.

Você chega da balada/jantar/festa/bar. Tá tudo lá, escrito já. Hora de clicar em “enviar”. A coragem começa a faltar. O poder do álcool. “Por que fui tomar água quando cheguei? Deve ter diluído o álcool no sangue e meu fio de determinação também”, você pensa.

Você chega da balada/jantar/festa/bar. Whisky. On the rocks. Precisa de gelo. Sou meio fraco(a) pra whisky. Tem que ser o clássico ‘on the rocks’. Se não, não vai. Tá tudo lá. A mensagem pronta. Lida umas dez vezes pra garantir que está emocionante, apaixonante, sem ser cafona (o que, convenhamos, vai ser difícil). Mais um gole, acompanhado de uma leve careta (pelo menos no meu caso é sempre assim).

Você chega da balada/jantar/festa/bar. É a hora. Mais um gole. O gelo derreteu um pouco. No copo. Você sente o corpo feito um iceberg de tanto medo. Você aproxima a setinha em “enviar”. Clica, vai! Dane-se o mundo! Esquece os poréns! Clica A-GO-RA!

Você chega da balada/jantar/festa/bar. Último gole. Gelo no copo todo derretido. Diluiu o whisky. E a coragem. A setinha se afasta do “enviar”. Você copia e cola a mensagem em outro lugar. Sai da rede social. Antes, mais uma olhadinha na foto dele(a). Desliga o computador. De amanhã em diante, o whisky será sempre ‘cowboy’, puro. Pra ver se dilui a covardia…

Crédito da imagem: site Casal Sem Vergonha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s