Às vezes, a vitória não vem. Mas não desista. Refaça os planos

planosrefeitos

Hoje, logo cedo, recebi a notícia de que não consegui algo que eu desejava muito. Me esforcei, sabia que minhas chances eram realmente boas. Mas, dessa vez, não deu. E é da vida. Às vezes, a vitória não vem. Não significa que não somos bons o suficiente. Nada disso. Apenas não ganhamos todas. Até é bom que seja assim. Pra gente não se acomodar, pra baixar nossa crista, pra colocar o pensamento em movimento e descobrir “então, como posso resolver agora?”

Claro que nosso coração fica murchinho… Vem aquela sensação de frustração, que é um pouco de tristeza, um pouco de decepção. É comum também que a frustração venha acompanhada de perguntas como “onde foi que eu errei”, “o que não fiz que poderia ter feito a mais”, entre outras. Vale o questionamento. Desde que ele não se transforme num festival de lamúrias do tipo “oh, como o mundo é cruel pra mim”, “nada pra mim dá certo”, “tem gente que consegue tudo”, e blá blá blá. É despender energia do jeito errado. Ok, ok. Vamos deixar os olhos marejarem um pouquinho… Ninguém é de ferro. Os meus marejaram esta manhã. Sentei uns minutos quieta, olhando pela janela a chuva. E pronto. Foi. Nada de enfiar a cara no travesseiro, se afogar num pote de sorvete e, principalmente, desistir.

Se algo que você queria muito não se concretizou, tenho certeza que seus planos podem ser refeitos. Isso sempre é possível. O que acontece normalmente é que temos uns apegos bobos a pessoas, coisas, situações. Batemos o pé dizendo que tinha que ser DAQUELE jeito, e não de outro. Que a gente queria tanto AQUILO especificamente. Imagina! A vida é cheia de possibilidades. E, enquanto não nos desapegamos das nossas teimosias, mal enxergamos as demais oportunidades que estão sempre cruzando nosso caminho.

Por isso, a imagem desse texto aqui é o que lembra de três regras básicas da vida:
1) Se você não for atrás do que quer, nunca vai ter;
2) Se você não perguntar… a reposta será não!!
3) Se não der o primeiro passo à frente, nunca sairá do lugar.

Não, nem sempre você terá o que quer. Sim, mesmo perguntando a resposta pode ser “não”. Você pode até ficar sem resposta! Mas, o mais importante, apesar de tudo isso, é que quem não se arrisca nunca sai do lugar. Tentativas sempre valem a pena. Tem épocas que conquistamos objetivos sucessivamente. Em outro momentos, parece que as conquistas são mais difíceis. Mas elas vêm.

Avalie apenas se você está sendo realista e se esforçando como deveria. Não adianta querer comprar uma casa se você não poupa pra isso. Não adianta esperar passar no vestibular mais concorrido se você não estudou o suficiente. Tem até quem vive dizendo que quer ganhar na Mega Sena e… nem joga! Ah, e eu já falei recentemente aqui, mas é o tipo de coisa que não custa reforçar: viva a vida que você pode, não uma vida pra mostrar que “tem”. Preste atenção, vou falar de novo: é uma atitude patética e que acaba trazendo dificuldades (financeiras e psicológicas) pra manter aparências. Conquistas verdadeiras têm bases sólidas e devem importar pra você, sem interessar o que os outros vão ou não comentar.

Cuidado também com arrogâncias. Pega mal e diminui suas chances porque acredito que pouca gente quer trabalhar/conviver com quem se acha. Não estou falando de falsa modéstia. Humildade demais até atrapalha. Devemos saber, por exemplo, aceitar elogios sem fazer média, agradecendo com um sorriso sincero no rosto. Mas se você é bom mesmo em algo, surgirão situações em que poderá provar. Se auto vangloriar só vai fazer de você um mala a quem ninguém dará crédito.

Enfim, hoje não deu. Vamos recolhendo os caquinhos e traçando novas metas. Se estiver ainda muito chateado, chame os amigos pra te ajudarem a pensar em saídas, troque informações. Eu já entrei em contato com alguns dos meus e eles me ajudaram. Só não desista. É assim mesmo que tem que ser. Se nossa vida fosse sempre uma linha reta e óbvia, não teria graça.

Crédito da imagem: Kit Básico da Mulher Moderna (Renata Maneschy)

Anúncios

4 respostas em “Às vezes, a vitória não vem. Mas não desista. Refaça os planos

  1. Começando a semana muito bem com a leitura desse texto…
    É isso mesmo, o mais importante é NUNCA desistir.
    Lindo e inspirador esse seu texto, Suzane.

  2. Gostei muito do texto! Acho que vc deveria se iniciar na prática do xadrez! é um jogo no qual vc melhorará todos estes aspectos em sua vida! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s