Orenda!!!

orenda foto

A gente é bom pra se reunir em dia de jogo de Copa do Mundo e vestir a camisa da Seleção. A gente é bom pra se reunir na hora de brincar o Carnaval e usar fantasia. E eu espero que a gente continue fazendo tudo isso com o entusiasmo que nos é peculiar. Mas hoje pode ser o dia que a gente se reuniu também pra mostrar que não é só por R$ 0,20, não. Que R$ 0,20 foi a gota d’água que faltava pra mover um mar de pessoas inconformadas com transporte público ineficiente, saúde precária, educação fraca, impostos altos que não se revertem em benefícios, corrupção, entre outros problemas que o brasileiro enfrenta há décadas. Incluímos aí a violência, a falta de segurança. E a ação daqueles que deveriam ser agentes de proteção e optam pela brutalidade.

Em iroquês (língua dos índios iroqueses, de origem norte-americana), a palavra “orenda” é a magia, o poder místico, o desejo humano. Não há nada na natureza que não tenha “orenda”. Não há pessoa que não tenha “orenda”. É a força presente em todos nós, que nos capacita a afetar o mundo ou efetuar mudança em nossas vidas. Eu não conhecia essa palavra. Descobri ontem graças à imagem que vocês estão vendo aí acima do post. Fui pesquisar e achei demais! Perfeita para o dia de hoje!

Como as manifestações ganharam um novo caráter, duvido que você não se sinta atingido de alguma maneira por um dos motivos pelos quais se protestam agora. Nossa inércia até o momento só serviu pra reclamarmos da vida no corredor do escritório, na mesa do bar, no almoço de domingo. Quando uma população inteira entra no movimento é mais difícil os governantes (e os reaças de plantão) questionarem e classificarem milhares de pessoas de baderneiras.

Então, quem puder ir pra rua hoje, vai! Sem violência e vandalismo, focando na força maior que temos juntos pra melhorar a sociedade. Sei que muita gente tem medo de participar dos protestos. E é legítimo. Eu tenho um pouco, mas vou. Mas quem realmente teme pode se vestir de branco durante o dia ou amarrar um lenço branco na janela de casa, na antena do carro. É pra marcar posição! É pra mostrar a quem tá no poder que se continuar fazendo tudo do jeito que bem entende, sem consultar a população e repassando a ela apenas o ônus social, a gente vai gritar, sim.

Vai, Brasil! Me dá essa alegria?

Abaixo, como você pode se manifestar neste 17 de junho de 2013. Também coloco um texto sobre orientações jurídicas que está na página do Facebook do Movimento Passe Livre pra quem for participar das manifestações. Chamo a atenção para o último parágrafo do texto: “E lembrem-se: uma luta séria, sem violência, sem destruição de patrimônio público, nos dá mais força. FORTALECE O MOVIMENTO. Não seja violento, para não legitimar a violência policial.”

Orenda!!!

– Quinto grande ato contra o aumento das passagens: concentração no Largo da Batata, aqui em São Paulo, às 17h. Leve seu smartphone ou câmera fotográfica pra registrar desde a beleza do movimento até qualquer tipo de abuso da polícia
– #vemprajanela: amarre um lenço/fronha/toalha/pano de prato, qualquer tecido branco, na sua janela hoje. Se não puder sair às ruas, vem pra janela!!
– Segunda-feira Branca/White Monday: vista-se de branco. Pode ser só a camiseta/camisa/blusa. Mas marque seu protesto com a cor da paz

ORIENTAÇÕES JURÍDICAS PARA QUEM FOR NA MANIFESTAÇÃO:

1. A polícia PODE te deter, por alguns minutos, para “averiguação”. Ou seja, para verificar se você está carregando bombas, armas, drogas, etc. A polícia NÃO PODE te prender para averiguação, te jogar em um camburão, e te levar para a delegacia;

2. Se você for pego cometendo algum crime (independente das razões para isso), você poderá ser preso. Se você estiver portando drogas, bombas, armas, ou estiver depredando o patrimônio público, a polícia PODE te prender e te levar para a delegacia;

3. Você tem o direito de permanecer calado diante de qualquer pergunta, de qualquer autoridade. Você também tem direito, na delegacia, de contar com o auxílio de um advogado. Se você for preso, levado para a delegacia, e quiserem tomar o seu depoimento, EXIJA um advogado presente. Se não permitirem a presença de um, dê como declaração o seguinte: “PERMANECEREI EM SILÊNCIO, PORQUE ME FOI NEGADO O DIREITO DE TER UM ADVOGADO ACOMPANHANDO ESTE ATO”. Isso tem que ficar documentado no papel. Se o delegado ou o agente da polícia civil se negar a colocar isso no papel, NÃO ASSINE NADA!

4. Na delegacia, LEIA TUDO ANTES DE ASSINAR! Se o que estiver escrito não for a realidade, ou se você não disse alguma coisa que está escrita, NÃO ASSINE;

5. Se você for preso, não adianta discutir com o policial. Não reaja. Anote o nome de todos. Grave-os na sua memória. Se você vir alguém sendo preso, FILME! E, se souber o nome de quem está sendo preso, colete outros nomes ao redor, com telefone para contato, que poderão no futuro servir de testemunhas. Após, entre em contato com a pessoa que foi presa e repasse as informações.

6. Qualquer revista da polícia, em você ou em mochilas, DEVE SER FEITA NA PRESENÇA DE TODOS. A polícia NÃO PODE pegar a sua mochila e ir verificá-la longe dos olhos de todos.

7. Se você estiver machucado, EXIJA ATENDIMENTO MÉDICO IMEDIATO, mesmo antes de ir para a delegacia. A sua saúde deve ser mais importante do que a sua prisão.

8. Alguém foi preso ou está precisando de auxílio de algum advogado, entre em contato pela página “Habeas Corpus Movimento Passe Livre Manifestação 17/6”. Já somos mais de 4000 dispostos a te ajudar, gratuitamente.

9. E o mais importante: viu alguém sofrendo qualquer tipo de abuso? FILME! A polícia levou a mochila para revistar, sem o acompanhamento de ninguém? FILME! Viu alguém sendo preso por portar coisas legais, como vinagre ou máscaras, FILME! Anote o nome dos policiais que abusarem. Se ele não estiver portando alguma identificação, TIRE UMA FOTO! Depois buscaremos, com esses dados e com essas provas, a responsabilização do Estado e do policial que cometer os abusos.

E lembrem-se: uma luta séria, sem violência, sem destruição de patrimônio público, nos dá mais força. FORTALECE O MOVIMENTO. Não seja violento, para não legitimar a violência policial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s