Outubro Rosa

outubrorosa

Esse seria o mês de aniversário da minha vó Lourdes, que foi embora há sete anos. Minha vozinha perdeu para um câncer que começou na mama. Lutou algum tempo. E que bom que uma hora descansou. Senhorinha de 75 anos na ocasião, ela já tinha sofrido bastante. Eu não queria mais que minha vó ficasse amuadinha e fraquinha como a via naqueles últimos meses, não.

Minha mãe sempre se preocupou bastante com a saúde da minha vó. Nunca deixou que ela passasse um ano sequer sem fazer exames de rotina. O nódulo no seio dela surgiu de repente, num intervalo de poucos meses, entre uma mamografia e outra. Se mesmo com todo cuidado o tumor apareceu, imagina o risco que você, que não dá a devida atenção ao seu corpo, anda correndo.

O Outubro de aniversário da minha vozinha é também o Outubro Rosa, o mês de conscientização na prevenção contra o câncer de mama. Dos casos diagnosticados no início, 95% têm chance de cura. O exame de mamografia é o principal meio para detectar o tumor. A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a primeira mamografia a partir dos 40 anos, anualmente. Para mulheres com histórico familiar de câncer de mama em parentes de primeiro grau, como mãe ou irmã, o acompanhamento deve começar dez anos antes da idade que a parente apresentou a doença.

Mas mulheres entre 20 e 30 anos também precisam se submeter a exames clínicos com o ginecologista e realizarem o auto exame, apalpando os próprios seios para verificar alguma mudança ou caroço. Desde os 25 anos, passo por ultrassonografia nas mamas. Ano que vem, com 35, minha médica já avisou que vai pedir minha primeira mamografia porque existem outros casos de câncer na família.

É bom lembrar que apesar do câncer ser uma doença muito ligada ao envelhecimento, também atinge pessoas jovens. Há outros fatores de risco para o câncer de mama: primeira menstruação precoce (antes dos 12 anos), menopausa tardia (depois dos 55 anos), não ter filhos, reposição hormonal por mais de cinco anos na menopausa, obesidade, consumo de álcool, de cigarro ou quem fez tratamento de radioterapia.

Entre os sinais de alerta estão aparecimento de nódulo, inchaço da pele da mama, ulceração ou vermelhidão, abaulamento em alguma região da mama, sangramento pelo mamilo ou retração da aréola. Qualquer dor no seio fora do período menstrual deve ser investigada. Como prevenção, alimentação saudável, atividade física, manter o peso adequado, evitar cigarro sempre e bebida alcoólica em excesso, além de agendar visitas periódicas ao médico.

Na era da juventude a qualquer preço, vejo muitas amigas preocupadíssimas com a aparência, mas que passam anos sem enfrentar uma bateria de exames. Que o Outubro Rosa sirva também pra gente lembrar que vaidade em equilíbrio é saudável. De nada adianta, porém, se a beleza é montada e não reflexo de cuidados que realmente importam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s