O lado sombrio do Clube da Luluzinha

Baixei o tal aplicativo Lulu (que até ontem de manhã eu mal sabia o que era e minha prima me explicou). O app serve para mulheres classificarem os homens por meio de hashtags, que vão de engraçadinhas a ofensivas. Dá pra usar tanto no smartphone quanto no computador. Aí, de acordo com as observações, o cara ganha uma pontuação. Confesso que dei umas risadas, mas também achei que tem muita maldade, difamação… Tenso. Pode até ter umas verdades ali, mas é sem noção expor publicamente fragilidades tão pessoais de ex-namorados, ex-peguetes. Mais um passinho na falta de limites das “brincadeiras” que acabam em consequências desastrosas com a exposição da intimidade alheia.

Vamos lembrar que duas meninas se suicidaram recentemente aqui no Brasil depois de terem vídeos íntimos jogados na internet. Por desforra, “diversão”, nosso comportamento irresponsável tá levando à morte. E ninguém parece se dar conta do quanto isso é grave, do quanto temos culpa nesses resultados.

Eu também acho que tem muito cara canalha e babaca que merece pagar pelas merdas que faz. Mas do mesmo jeito tem mulher que se sente rejeitada, não aceita isso e não pensa duas vezes antes de ferrar com a vida de caras legais, mesmo que pra atingir esse objetivo inventem barbaridades. Rapazes também têm sentimentos. O Lulu é um dos maiores absurdos dos últimos tempos – e olha que vivemos uma era de absurdos sequenciados! É ultrapassar todos os limites da invasão de privacidade, da falta de bom senso.

Uma das explicações das criadoras do Lulu é que a “classificação” ajuda as mulheres a saberem quem são os caras confiáveis ou não. Mentira. Já teve amigo meu pedindo pra eu inflar a pontuação dele. Obviamente, não vou fazer isso. Mas é um exemplo de como é fácil fraudar as informações do aplicativo.

Vi algumas meninas comentando que “quem não deve, não teme”, sobre os rapazes que conseguiram excluir o perfil. Que desconfiam de quem prefere se “esconder”. Pois eu fico com o pé atrás com os caras que estão vaidosamente achando o máximo serem avaliados como se fossem o prato de um restaurante. Nem que o “score” do sujeito seja 10. Porque só precisa de uma massageada no ego dessa dimensão quem não confia nas próprias qualidades.

Enfim, gente, li agora de manhã essa matéria abaixo (coloco um trechinho e o link) que aborda as implicações jurídicas e psicológicas da polêmica do momento. Mostra também como fazer para excluir o perfil no aplicativo. Os rapazes que estão no Facebook automaticamente aparecem no Lulu.

“A Constituição garante proteção à intimidade e veda o anonimato. O sujeito exposto pode entrar com ação cível, por perdas e danos, ou penal, por difamação e crime contra a honra. O culpado pode pegar de 3 meses a 1 ano de detenção ou pagar multa de R$ 5 mil a 10 mil”, diz. Já a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática informou que é possível quebrar o sigilo do aplicativo e desmascarar os autores das supostas injustiças virtuais. O mais difícil, porém, é lidar com as feridas psicológicas, diz a psicóloga Alexandra Araújo. “Pessoas com baixa autoestima podem desenvolver quadro de depressão por acreditarem nos comentários. É uma plataforma perigosa, propícia para disseminar mentira, vingança e cyberbullyng”, avalia.
 
Não tem jeito. Se você é do sexo masculino e tem conta no Facebook, automaticamente já existe no aplicativo Lulu. Mas há um jeito — não muito simples, porém rápido — de deletar o perfil dos mais indignados e insatisfeitos. Basta acessar o link http://company.onlulu.com/deactivateO site em inglês pode ser traduzido para português.
 
Depois, o usuário deve clicar em ‘remover meu perfil agora’ e esperar até 15 minutos. Se houver falhas, pode repetir o procedimento. Outra alternativa é enviar um e-mail, indicando seu perfil para iwantout@lulu.com e esperar que os responsáveis pelo aplicativo retirem-no do ar.”
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s